Movimento Natura

MOVIMENTO natura

FEIRA DA FAMÍLIA

Feira comunitária gera renda para famílias de Várzea Grande, no Mato Grosso

imagem

Que tal inspirar mais gente com esta história?

Artesanato e muita comida. Com esses apelos a Feira da Família, em Várzea Grande (MT), atrai até 500 visitantes em suas edições de sábado. A organização da Feira tem hoje uma lista de espera para novos expositores – um sinal de seu sucesso. Todas as 23 barracas que o espaço comporta estão ocupadas por 41 feirantes. Quem quer vender por lá tem que esperar a desistência de alguém.
 
A Feira foi fundada em 2008 pela Consultora Natura Maria do Carmo Aguiar. Sua ideia era criar algo que gerasse renda para as famílias do bairro Cohab Cristo Rei. Para tanto, ela fundou uma associação, a União Várzea-Grandense de Feirantes da Cohab Cristo Rei (UVAFCREI). No início, eram apenas cinco feirantes. “Não tínhamos nem barracas. Colocávamos os produtos em cima daquelas mesinhas dobráveis de lanchonete”, lembra.

Aos poucos, o evento foi crescendo, e atualmente funciona duas vezes por semana – além da edição de sábado, há uma às quartas-feiras. O espaço, cedido pela Prefeitura, abriga também uma sede, construída com a ajuda da comunidade e do apoio financeiro recebido do Programa Acolher do Movimento Natura. Nesta sede, os feirantes podem guardar seus materiais e há uma sala de informática com 15 computadores, onde são realizadas atividades educativas com as crianças.

Às crianças, por sinal, é dedicado um tratamento especial: por conta de uma parceria com uma faculdade local, estudantes de Direito são monitores voluntários aos sábados, fazendo brincadeiras, gincanas e rodas de leitura com as crianças. Ainda é preciso, no entanto, ampliar o número de voluntários, sublinha Maria do Carmo.

Falta também conseguir um ar condicionado para a sala de informática, que hoje tem apenas dois ventiladores. “Faz muito calor aqui”, conta. Mais importante ainda seria conseguir uma cobertura para o espaço da feira. “Atrapalha muito não termos uma cobertura quando chove.”

Maria do Carmo participou, no fim de 2014, do seminário Social Good, em Florianópolis (SC), com outras Consultoras Natura que também são empreendedoras. Na oficina “Coloque suas ideias em Movimento com Empreendedoras Sociais”, ela recebeu orientação de como organizar e divulgar melhor as ações da Feira. “Aprendi muito. E compartilhei também. É uma troca.” Em 2013, ela foi uma das finalistas do Prêmio Claudia na categoria Consultora Natura Inspiradora.

Mas nada disso teria importância se não fosse acompanhado dos números que Maria do Carmo cita com orgulho: hoje, a geração de renda da Feira da Família beneficia diretamente a 200 pessoas; três famílias já conseguiram, trabalhando ali, comprar suas casas; e cinco filhos de feirantes se formaram em cursos universitários. “Me sinto muito gratificada e útil”, diz Maria do Carmo. “Havia gente aqui que tinha depressão, e a feira mudou a vida dessas pessoas. Hoje temos uma vida melhor. É uma verdadeira terapia.”  
 
Do que precisavam
  • Aumentar o número de voluntários para desenvolver atividades com as crianças.
  • Desenvolver um projeto para delimitar o espaço da feira: cobertura e cerca.
  • Instalar um sistema de refrigeração na sala de informática para poder começar as atividades educativas.
  • Melhorar a divulgação das ações da feira, especialmente nas redes sociais.
 
O que conseguiram
  • Reconhecimento no Programa Acolher do Movimento Natura, com apoio técnico e financeiro.
  • Maria do Carmo Aguiar foi finalista do Prêmio Claudia em 2013 na categoria Consultora Natura Inspiradora.
  • Participação na Oficina “Coloque suas ideias em Movimento com Empreendedoras Sociais”, no Seminário Social Good, em Florianópolis (SC).