Movimento Natura

MOVIMENTO natura

UNABEM

Com alunos maiores de 60 anos, a UNABEM vai além da formação universitária e garante mais qualidade de vida

imagem

Que tal inspirar mais gente com esta história?

Em 2006, a professora universitária e Consultora Natura Leila Pádua se uniu a duas professoras da Fundação de Ensino Superior de Passos (MG) e deu início a um projeto voltado para a terceira idade, a Universidade Aberta da Maturidade (UNABEM). Hoje, nove anos depois e com alguns prêmios no currículo, a iniciativa continua de vento em popa. Na própria Fundação, que em 2014 foi estadualizada e se tornou a Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG), são recebidos 280 idosos a quem são oferecidas aulas gratuitas duas vezes por semana, às terças e quintas-feiras, das 14h às 16h30. Os alunos têm entre 60 e 93 anos e são divididos em cinco turmas para aprender e se divertir com a extensa programação curricular.
 
No primeiro ano, os calouros fazem um curso básico para desenvolver a expressão corporal, os aspectos biopsicossociais do envelhecimento, o resgate da memória pessoal e a dinâmica de grupo, estudando cidadania e autodesenvolvimento. No final, aqueles que cumpriram 50% de frequência recebem um diploma de conclusão e decidem se querem continuar. A maioria fica. A partir de então, são mais de 20 atividades oferecidas, como educação física, artesanato, moda, filosofia, matemática, canto, dança, inglês e informática. “Nosso trabalho vai além da educação”, explica Leila. “Trabalhamos com a autoestima das pessoas, incentivamos a sua vontade de viver e mostramos novas formas de encarar a velhice.”
 
Atualmente 25 funcionários ajudam Leila nesse trabalho, pelo qual recebem uma ajuda de custo de R$ 150 mensais da universidade parceira. Alguns alunos da UEMG também contribuem como estagiários. Além dos encontros semanais, a UNABEM organiza festas, ações sociais e viagens em que todas as turmas se encontram. “Em Minas Gerais, não temos nenhuma iniciativa tão impactante como essa”, diz voluntária Flavia Morgana. Ela conheceu a UNABEM por meio da plataforma do Movimento Natura e montou as apostilas de informática para os alunos da universidade. “Eu estava procurando projetos para ser voluntária e, quando vi o que Leila precisava, fiquei feliz em saber que poderia ajudá-la”, afirma.
 
DO QUE PRECISAVAM
  • Apostilas de informática para idosos.
  • Conseguir material para aulas mais lúdicas.
 
O QUE CONSEGUIRAM
  • Voluntária para criar as apostilas de informática para o curso da UNABEM.
  • Reconhecimento no Programa Acolher do Movimento Natura, com apoio técnico e financeiro.
  • Leila foi finalista do Prêmio Claudia em 2014, na categoria Consultora Natura Inspiradora, o que ajudou na divulgação da iniciativa.