Movimento Natura

MOVIMENTO natura

ARTE MANGUE MARAJÓ

Consultora de Beleza Natura de Soure (PA) articula sustentabilidade e geração de renda através da cerâmica marajoara e é uma das vencedoras do Prêmio Acolher 2018.

imagem

Que tal inspirar mais gente com esta história?

Ivone Gaia Maues, Consultora de Beleza Natura, vem de uma família de mulheres fortes. “A minha avó e minhas tias criaram os filhos sozinhas, venho de uma comunidade onde as mulheres eram donas das suas vidas”, diz. Sua história faz com que, há 25 anos, ela atue como voluntária em iniciativas sociais que promovem a autonomia das mulheres de Soure (PA).
 
É o caso do Arte Mangue Marajó, coletivo que contribui com o resgate da memória e da cultura marajoara. Criada por Ronaldo Guedes em 2005, a iniciativa busca preservar a tradição de produção da cerâmica da região e gerar renda para a comunidade, com uma grande participação feminina.
 

Espaço para todos
 

É no quintal da casa dos artistas plásticos Ronaldo Guedes e Cilene Guedes que funciona um dos ateliês do Arte Mangue Marajó, onde as cerâmicas marajoaras são confeccionadas e vendidas. Também é lá onde os artistas oferecem aulas de cerâmica a todos os interessados.
 
O espaço fica aberto durante a semana, acolhendo quem quiser aprender, produzir e se profissionalizar como artesão. “Todo mundo é responsável por todo mundo, então quem já aprendeu ensina quem ainda não aprendeu. É cuidar um do outro, os mais velhos cuidando dos menores. Qualquer pessoa que chegue lá e queira aprender, vai aprender”, diz Ivone.

A coleta da argila é feita de forma sustentável e toda pigmentação é natural e mineral. Cada peça é assinada pela artesã responsável, que é remunerada de acordo com o número de cerâmicas vendidas.  Atualmente há também um novo ateliê, onde Ronaldo, Cilene e os artesãos envolvidos trabalham também com esculturas em madeira.
 

Para além da arte, a cultura marajoara
 

Além do trabalho que gera renda para a comunidade a partir da cerâmica local, o projeto busca transmitir toda a cultura marajoara, especialmente a dança típica carimbó. “O que eles mais gostam é de pôr a mão na massa e dançar o carimbó. Hoje, eu não consigo definir o grupo se não for identidade marajoara. Nós somos a guarda desse circuito de atividades culturais”, conta Ivone.
 
Assim, aos sábados, a comunidade é convidada a dançar e a tomar contato com as expressões corporais, a música e a poesia marajoara. Já no decorrer da semana, crianças e adolescentes circulam livremente pelo ateliê, vivenciando um ambiente acolhedor de arte, cultura e aprendizado.
 

Vencedor do Prêmio Acolher 2018


Por sua dedicação à iniciativa, que alia economia criativa e valorização da cultura marajoara, a Consultora de Beleza Natura foi uma das vencedoras do Prêmio Acolher 2018. Essa premiação foi criada pela Natura em 2010, para reconhecer e apoiar lideranças que se dedicam a melhorar a realidade de suas comunidades.
 
Os recursos do Prêmio serão utilizados para melhorias na infraestrutura e nos equipamentos do ateliê, a fim de aprimorar o acabamento das peças e alcançar um novo público de consumidores.


Movimento Natura e o Arte Mangue Marajó

Por acreditar na força da cultura popular, Ivone Gaia Maues criou o Arte Mangue Marajó. O projeto promove a autonomia financeira de mulheres e jovens de Soure (PA), além de fomentar a cultura tradicional marajoara.