Movimento Natura

MOVIMENTO natura

SETEMBRO AMARELO

Campanha nacional “Setembro Amarelo” aposta na informação e no diálogo como principais caminhos para a prevenção do suicídio.

imagem

Que tal inspirar mais gente com esta história?

Nós acreditamos no potencial das relações e do diálogo como ferramentas de transformação social. Por isso, apoiamos o Setembro Amarelo, campanha dedicada a quebrar o silêncio para acolher e oferecer suporte a pessoas que possam tentar o suicídio.

Diversas cidades espalhadas pelo Brasil também abraçam a causa e participam dessa campanha, promovendo ações sociais e culturais, como iluminação em prédios públicos, distribuição de folhetos informativos e mobilizações como caminhadas e passeios ciclísticos (Fonte: Setembro Amarelo).
 

Ainda um tabu?


Por medo, vergonha ou desconhecimento, pouco se fala sobre o suicídio no dia a dia. Assim, muitas vezes não percebemos os sinais de que uma pessoa próxima possa estar com ideias suicidas.

Para quebrar esse tabu social é muito importante o engajamento da população e de organizações que estimulem o diálogo, a conscientização e a prevenção, construindo uma rede que incentive toda e qualquer pessoa a buscar ajuda profissional.



Fique atento aos sinais de quem está próximo


Você sabia que no Brasil são registrados cerca de 12 mil suicídios todos os anos, e que 9 em cada 10 casos poderiam ter sido evitados? (Fonte: Campanha Setembro Amarelo).

Mudanças de comportamento, perda de interesse, crises de choro, comportamentos compulsivos e ideias pessimistas são alguns dos principais sinais de que uma pessoa pode vir a se suicidar.

Também precisam de nossa atenção pessoas com histórico familiar de depressão e suicídio, ou que recentemente perderam alguém de que tinham grande dependência emocional (Fonte: BBC).
 


Como oferecer ajuda?


Se você achar que alguém esteja pensando em suicídio, a orientação é conversar de forma direta e sem julgamentos. Com delicadeza, ofereça ajuda e atenção (Fonte: Prevenção suicídio).

Sugira também a procura de apoio psiquiátrico. Diagnosticar e tratar transtornos psiquiátricos é a principal forma de prevenção do suicídio (Fonte: Conselho Federal de Medicina).

Quer saber mais sobre a prevenção do suicídio? Acesse o material "Prevenção Suicídio: Manual dirigido ao público em geral", elaborado pelo Ministério da Saúde.
 


Ouvir valoriza a vida


Algumas instituições oferecem apoio emocional às pessoas que querem e precisam conversar. É o caso do CVV – Centro de Valorização da Vida, que atende gratuitamente e sob total sigilo.

Precisando de ajuda, basta ligar a qualquer momento para o número 188 ou 141 (para os estados do Maranhão, Paraná, Pará e Bahia). O atendimento também pode ser feito por e-mail ou chat online.
 


A prevenção é responsabilidade de todos!


O Setembro Amarelo reconhece o potencial e a responsabilidade de cada indivíduo da sociedade civil para prevenir o suicídio, combater o preconceito e estimular o diálogo.

Divulgue a campanha para os seus amigos e familiares, quebre o silêncio e ajude a salvar vidas!