Movimento Natura

MOVIMENTO natura

imagem

Que tal inspirar mais gente com esta história?

Com 20 anos de dedicação ao magistério, Lucimara Batista de Lima, uma das vencedoras do Prêmio Acolher 2016, criou um projeto de educação ambiental que transformou a escola onde é diretora e conquistou a toda a comunidade

Lucimara Batista de Lima, Cotia / SP
#educação #voluntariado #amor #meioambiente
Natural de Conchas, uma pequena cidade no interior de São Paulo, Lucimara Batista de Lima sempre sonhou ser professora. “Quando criança, eu achava lindo ver as professoras chegarem à escola carregando livros. É uma imagem que sempre me inspirou”, lembra a Consultora Natura. Na busca por realizar seu sonho, cursou Magistério, Pedagogia e Letras. “É muito especial poder se conectar com uma criança e ver seus olhinhos brilhando quando ela aprende algo novo.”
 
O começo não foi fácil. Ela conta que foi sofrido deixar sua cidade natal para se mudar para Cotia (SP), onde vive e trabalha até hoje. “Quando soube que havia conseguido aulas na cidade, chorei, foi um misto de alegria e tristeza”, diz. “Sou a única menina em uma família de quatro meninos, então imagine como foi difícil para meus pais e irmãos.”
 
A caminhada valeu a pena. Lucimara se sente plenamente realizada com a carreira que escolheu. Atualmente, é diretora da Escola Municipal Ana Maria Pereira, em Cotia (SP), e continua dando aulas, no período da noite. “Ao deixarem a sala de aula, muitos educadores acabam perdendo a percepção das necessidades, anseios e dificuldades dos professores, por isso fiz questão de continuar. A realidade do ensino público no Brasil é muito difícil, há muita cobrança e pouco investimento”, explica a Consultora Natura. “Também não quis abrir mão do contato com os estudantes. Dou aulas para o terceiro ano do ensino médio, ou seja, para adolescentes, mesmo assim, espero os alunos na porta da sala, distribuo balas, pirulitos e abraços. Não é porque eles não são mais crianças que não gostam de receber esse carinho.”
 
Mãe de uma adolescente de 12 anos, Lucimara se orgulha de ser uma “mãezona” e lamenta não poder passar mais tempo com a filha, por causa da rotina puxada de trabalho. “Quando estamos juntas, passeamos, fazemos bolos, procuro suprir as necessidades dela”, conta. Só não tem colher de chá em relação às notas. “Disso, não abro mão, ela tem que ir bem na escola.”
 

Revolução do verde

 
Além da paixão pelo magistério, outra questão que sempre acompanhou Lucimara é a preocupação com o futuro do planeta e a preservação do meio ambiente. “Penso muito no mundo que vamos deixar para os nossos filhos e na necessidade de ensinar as crianças a evitarem o desperdício e a cuidarem da natureza.” Da união dessa inquietação com a vontade de aproveitar uma área ociosa na escola onde trabalha nasceu o Quero o Verde. “Cresci com uma horta e animais domésticos em casa, que nos forneciam leite e alimentos e quis resgatar um pouco disso também.”
Pela dedicação à iniciativa, que alia teoria e prática, a Consultora Natura foi uma das três vencedoras da votação popular do Prêmio Acolher 2016, premiação criada pela Natura em 2010 para reconhecer o esforço de Consultoras que se dedicam a projetos voltados a melhorar e a transformar a realidade de suas comunidades.
 

Engajamento de todos


O Quero o Verde deu os primeiros passos em 2013. Sua primeira ação foi coletar garrafas PET e caixas de leite na comunidade. Com o material arrecadado e o patrocínio de uma empresa privada, alunos e professores criaram uma horta comunitária, usando 1.200 garrafas. O projeto também construiu uma casinha de brincar para as crianças, com mais de mil caixinhas de leite e quatro mil folhas de jornal, um pomar e um jardim. A iniciativa implantou ainda um sistema de captação de água da chuva para a rega das plantas. “Cuidar do espaço verde incute nos alunos um senso de responsabilidade e orgulho, pois valorizamos pequenos gestos, como o plantio, a rega e a coleta correta do lixo”, diz Lucimara
 
Hoje, a horta fornece alimentos orgânicos para a merenda escolar. O excedente da produção é enviado às famílias das crianças três vezes ao ano. Os alunos ajudam no plantio, aprendem técnicas de cultivo e têm contato com conceitos como a importância de cuidarem do meio ambiente, reciclarem lixo e terem uma alimentação saudável. “O mais gratificante é ver o envolvimento da comunidade”, diz a idealizadora. “Nas férias, por exemplo, moradores do bairro e pais de alunos se revezaram para cuidar das plantas e dos jabutis que mantemos.” A escola também conta com um Ecoponto, onde a comunidade entrega lixo reciclável para a destinação correta.
 
Além de ser a gestora do projeto, a Consultora Natura promove ações para arrecadar fundos, envolvendo toda a comunidade. O Quero Verde já beneficia 120 crianças diretamente e 300 pessoas indiretamente. “Antes de ser diretora, sou professora. Muita gente discute educação, mas a teoria e a prática são distintas. Trabalhar diariamente com as crianças em projetos extracurriculares é fundamental. A satisfação é incrível! Nossa escola ocupa hoje o 1º lugar do IDEB [Índice de Desenvolvimento da Educação Básica] no município, e o projeto da horta foi fundamental para isso”, diz Lucimara.
 
Além dessa importante conquista, a educadora destaca a emoção pelo reconhecimento no Prêmio Acolher 2016 como um momento-chave na história do Quero o Verde. “Nós fazemos tudo isso pelas crianças e, às vezes, achamos que fazemos tão pouco, diante de tantas necessidades e dificuldades que temos. Ter um resultado e um reconhecimento desses é fantástico”, afirma. “Nos motiva a seguir em frente, deixa as crianças orgulhosas e com mais vontade de aprender e cuidar da escola. Foi muito emocionante participar do processo.”
 
Os recursos do prêmio já têm destino certo. Serão utilizados para montar um minhocário, que servirá para reciclar matéria orgânica e enriquecer a terra da horta, adquirir codornas, que passarão a fornecer ovos para a merenda, comprar uma nova caixa d’água e implantar um sistema de dispersão da água residual dos bebedouros, que vai irrigar a plantação. “Assim, o desperdício de água na escola será praticamente zero e alcançaremos um de nossos grandes objetivos”, vislumbra Lucimara.
 
Se você quer saber mais sobre Quero o Verde e/ou contribuir com o projeto, clique aqui.
 

Movimento Natura e Projeto Quero o Verde

Por acreditar que a melhor forma de preservar o planeta é despertando a consciência ambiental nas crianças, a Consultora Natura e educadora Lucimara Lima criou o Projeto Quero o Verde que se dedica ao ensino da educação ambiental aliando teoria e prática na cidade de Cotia/SP. Saiba mais em: http://bit.ly/2ghPBf5

Quer fazer algo bom também?

    • Educação
    INSTITUTO LER PARA CRESCER

    Elaine Santos Elamid

    #educação

    Conheça essa iniciativa
    • Arte e Cultura
    PROJETO JOGUE A PEDRA NO LIXO

    Gledson Brito

    #jovens #educação #teatro

    Conheça essa iniciativa
    • Educação
    PROJETO VALORIZANDO A VIDA

    Carla Katia de Sousa

    #educação #criançaseadolescentes

    Conheça essa iniciativa