Movimento Natura

MOVIMENTO natura

imagem

Que tal inspirar mais gente com esta história?

Ações e palestras conscientizam mulheres de Duque de Caxias sobre a violência doméstica e lançam um novo olhar sobre sua autoestima.
 

Nilcimar Maria Santos, Duque de Caxias / RJ
#cidadania #direitos
MULHERES DE ATITUDE 
 
Vítima de violência doméstica, Nilcimar Maria Santos, 44 anos, divorciada, passou por inúmeras dificuldades até se encontrar, o que aconteceu quando ela fundou a Associação de Mulheres de Atitude com Compromisso Social, ou simplesmente AMAC, situada no Rio. Ela criou a associação para atender mulheres que sofriam com agressões, assim como como ela. Consultora Natura há oito anos, ela uma das vencedoras do Prêmio Acolher 2015.
 
“O maior benefício que o projeto traz para essas mulheres é a coragem. De falar, gritar, pedir ajuda. Porque elas entendem que não estão sozinhas. Eu sei que o nosso trabalho é muito pequeno. É um trabalho de formiguinha. No entanto, o primeiro passo neste trabalho é o acolhimento”, relata Nilcimar, linha de frente da associação.
 
Consultora Natura logo após o divórcio, a vida de Nilcimar mudou quando começou a vender os produtos para aumentar sua renda. Naquela época, ainda era copeira e trabalhava em uma rede que atendida hospitais no Rio de Janeiro. A clientela era diversificada. Vendia muito para médicos, diz ela, porque eles gostam muito dos sabonetes.
 
“Aí eu comecei a gostar da venda porque é um produto de fácil aceitação e é uma coisa que atende todos os setores, seja classe média, alta ou C”, relata Nilcimar, afirmando que antes das vendas já era consumidora Natura.
 
Um dos maiores desafios da AMAC foi conseguir um local para servir como sede da associação, problema superado, segundo Nilcimar. Nos atendimentos prestados às vítimas, além das rodas de conversa relacionadas à saúde, beleza, direitos humanos, a prioridade é levar informações, conscientização e principalmente, mostrar que há um novo caminho a seguir.

A iniciativa oferece oficinas de artesanato para as mulheres aprenderem um ofício com objetivo de conquistar independência financeira. Os recursos com o Prêmio Acolher servirão para a compra de cadeiras, computadores e datashow. Atualmente nenhum equipamento é de propriedade da AMAC, que depende de empréstimos de móveis para tocar a associação. 
 
Clique aqui e saiba mais sobre o projeto.