MOVIMENTO natura

SISTEMA MANDALA, SOLUÇÃO PARA PRESERVAR A CAATINGA
Meio Ambiente e Consumo Consciente
Sobral - CE
O projeto visa implantar o Sistema Mandala, que vai reduzir o desmatamento, preservar a caatinga e beneficiar os agricultores.
Conseguir recursos financeiros para adquirir o material necessário à implantação do projeto - CE
Francisco Regis Carneiro Rocha
Conheça essa iniciativa

Iniciativa

A ideia do projeto surgiu quando o biólogo Francisco Regis Carneiro Rocha, responsável pela iniciativa, adquiriu terras em Sobral (CE) e percebeu que os agricultores usavam métodos antigos de plantio, prejudicando o meio ambiente. Para evitar o desmatamento, recuperar a caatinga e ajudar os agricultores a exercerem sua atividade de forma mais moderna e sustentável, Francisco começou a pesquisar alternativas viáveis de produção e conheceu o Sistema Mandala.
 
O objetivo é implantar o sistema – composto de canteiros em forma de espiral, cujo centro ficam tanques de irrigação, permitindo o cultivo de alimentos e até a criação de peixes – no sítio Santa Clara, por meio da Associação Comunitária dos Moradores do São Francisco. Nessa área irrigada, os agricultores poderão plantar vários tipos de alimentos e criar animais de pequeno porte, garantindo o sustento de suas famílias e a geração de renda com a venda do excedente.
 
O projeto-piloto vai beneficiar diretamente 40 pessoas (agricultores e suas famílias) e cerca de 1.500 indiretamente, pelo fornecimento de alimentos orgânicos a um custo acessível. O sistema vai também reduzir o desmatamento na região e favorecer a rebrota da caatinga.    
 
DESAFIO:
Conseguir apoio financeiro de empresas interessadas em serem parceiras da iniciativa, ajudando a viabilizar o projeto-piloto. Os recursos serão utilizados para adquirir o material necessário à construção do primeiro Sistema Mandala, no sítio Santa Clara, em Sobral (CE).

COMO VOCÊ PODE COLABORAR
  • Divulgue: Faça essa história chegar mais longe! Compartilhe a iniciativa para seus familiares, amigos e nas redes sociais.
     
  • Ofereça o que você faz bem: Seja um voluntário digital e ofereça seu talento com apoio nas áreas em que você pode atuar de qualquer lugar do país, seja em comunicação, finanças, etc.
     
  • Compartilhe suas ideias: Converse pelo fórum ou envie uma mensagem para o responsável pelo projeto no e-mail: regis012003@hotmail.com.
 

O que Fazemos

Segundo o biólogo e criador da iniciativa, Francisco Regis Carneiro Rocha, o Sistema Mandala, Solução para Preservar a Caatinga terá papel fundamental para garantir a permanência dos agricultores da Associação Comunitária dos Moradores da Localidade do São Francisco, em Sobral (CE), no campo, além da preservação da vegetação nativa da região, a caatinga, e a sobrevivência dos animais que dependem dela para sobreviver.
 
A estrutura física do Sistema Mandala ocupa uma área média de 50 x 50 metros e se constitui de nove círculos concêntricos. Diferentes culturas agrícolas (frutas, hortaliças, café, raízes etc.) e animais serão cultivados ao redor de um reservatório de água, que é a base essencial do sistema. Os primeiros três círculos serão compostos de um tanque de água, onde existe uma criação de peixes, e animais de pequeno porte – galinhas, marrecos, coelhos. Nas bordas do terceiro círculo são cultivadas plantas medicinais e ornamentais. Os três primeiros círculos irão prover os alimentos ao núcleo familiar dos agricultores.
 
Do quarto ao oitavo círculos, a função dos cultivos será melhor a condição econômica dos agricultores, que poderão cultivar uma grande variedade de plantas, de acordo com as espécies locais e a demanda de mercado. Esse cultivo se destina essencialmente à venda dos produtos para indústrias, mercados e restaurantes, entre outros. O nono é o círculo de equilíbrio ambiental. Ele envolve os demais círculos e cumpre as funções de proteger o Sistema Mandala através de cercas-vivas e quebra-ventos, além de garantir uma parte da alimentação dos animais. O sistema não requer nenhum tipo de defensivo agrícola. Por isso, os alimentos obtidos são naturalmente orgânicos.
 
O projeto-piloto do Sistema Mandala atenderá seis agricultores e suas famílias (40 pessoas) e servirá de modelo para localidades vizinhas. Indiretamente, serão atendidas cerca de 1.500 pessoas de Sobral (CE), que serão beneficiadas pela oferta de alimentos com de melhor qualidade a um preço mais acessível e pela preservação do meio ambiente.
 

Nossos Desafios

_Conseguir apoiadores que possam realizar a perfuração do poço d’água e o fornecimento de bombas d’água para a implantação do Sistema Mandala no projeto-piloto.
 
_Estabelecer parcerias com empresas que tenham em sua essência o compromisso com o meio ambiente e que possam atuar como multiplicadoras da iniciativa.
 
_Tornar o projeto mais conhecido na cidade e no estado, por meio de reportagens em blogs, emissoras de rádio e TV, sites e páginas nas redes sociais dedicados à sustentabilidade, preservação do meio ambiente, alimentação saudável e a projetos de responsabilidade social e geração de renda.
 

O que já conseguimos

O objetivo do Sistema Mandala, Solução para Preservar a Caatinga é implantar o sistema de cultivo sustentável no Sítio Santa Clara, por meio da Associação Comunitária dos Moradores do São Francisco, em Sobral (CE). O projeto-piloto beneficiará diretamente 40 pessoas (agricultores e suas famílias) e cerca de 1.500 pessoas indiretamente, pelo fornecimento de alimentos orgânicos a um custo acessível. O processo vai ainda reduzir o desmatamento na região e favorecer a rebrota da caatinga.
 
Por meio de parcerias com a Secretaria de Desenvolvimento Agrário do Ceará, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (EMATERCE) e a Secretaria de Agricultura do Município de Sobral (CE), o projeto Sistema Mandala conseguiu a ajuda de técnicos para oferecer capacitação aos agricultores participantes da iniciativa. Depois de passar pelo treinamento, os agricultores estão aptos a pôr o projeto em prática e aguardam agora o apoio para iniciar a construção do sistema.
 
Após a implantação do sistema, o projeto planeja realizar campanhas educativas em nível municipal, estadual e nacional sobre o Sistema Mandala, seu modo de implantação e benefícios para agricultores, consumidores e meio ambiente. “Nosso objetivo é incentivar a construção do sistema em outras comunidades e associações, como uma alternativa para evitar o desmatamento e as queimadas e preservar a vegetação e os animais nativos”, diz Francisco. “Além disso, queremos oferecer às pessoas uma alimentação de melhor qualidade.”
 
Segundo Francisco, a ideia é pôr o projeto em prática o quanto antes, para que os agricultores possam se beneficiar da época de chuvas na região (janeiro). A expectativa é de que, em três meses, os participantes do projeto já estejam colhendo os primeiros alimentos.
 
Você pode ajudar esse projeto escrevendo para o Francisco no e-mail regis012003@hotmail.com.
 

Conheça essa iniciativa